Exmo. Senhor Presidente da República
Exmo. Senhor Presidente da Assembleia da República
Exmo. Senhor Primeiro-Ministro,
Exmo. Senhores Ministros das Infraestruturas e da Habitação, do Ambiente e da Ação Climática,
Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Faro,
Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Loulé,
Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Olhão,
Exmo. Senhor Presidente da Autoridade Nacional da Aviação Civil

A importância do aeroporto de Faro no desenvolvimento da região algarvia é inegável. Este representa um papel fulcral para uma das maiores atividades económicas da região: O Turismo.
Porém este aeroporto representa um risco de saúde acrescido para todos os que habitam nas áreas circundantes, nomeadamente Vale de Lobo, Quinta do Lago, Almancil, Quarteira, Vilamoura, Olhão, etc.

Após a descolagem no Aeroporto de Faro, os aviões viram para Norte numa altitude muito baixa - 3000 pés e sobrevoam as áreas populacionais do concelho de Loulé e Olhão, supra-mencionadas.

Voar numa altitude bastante baixa pode criar vários problemas técnicos como por exemplo na fase crítica de voo – velocidade de retração dos flaps, recolha de trem de aterragem, potência máxima, avarias de motor, perdas de elementos estruturais. E uma vez que estão a voar numa altitude tão baixa, esta pode constituir um risco agravado em termos de segurança dos habitantes das localidades supra assinaladas.

A baixa altitude representa ainda um risco real para a saúde criando poluição atmosférica.

Cada fase de partida gera uma poluição sonora muito incomodativa para os habitantes – podendo gerar problemas psicológicos. Principalmente na estação alta, em que o tráfico ascende ao seu máximo (com mais de 150 descolagens /dia – Total voos comerciais e privados).

O que pretendemos:
Pedimos que os aviões, no momento da descolagem no aeroporto de Faro, virem a Norte após atingirem uma altitude de 5000 pés de forma a garantir a segurança dos habitantes visados e sobrevoarem áreas com menos densidade populacional.
Esta nova trajetória seria válida para os aviões que levantam voo com direção ESTE (e sobrevoam o sector de Olhão) e para aviões que levantam voo com direção OESTE (e sobrevoam Almancil, Vilamoura e Quarteira) - ver anexo: trajetórias atuais e trajetórias propostas.
Pedimos ao Aeroporto de Faro que aplique restrições a nível do barulho ou seja, que aplique um procedimento anti-sonoro previsto na diretiva comunitária 2002/30/CE para todos os países pertencentes. Procedimentos esses que de momento não estão a ser aplicados pelo Aeroporto de Faro.

Petição - A aguardar assinaturas online

Subscritor(es): François Coizy


Primeiro subscritor: 1

Assinaturas entregues: 470

Assinaturas online: 7

Total de assinaturas: 478